24 agosto 2010

Anti-histamínicos (Dramin)

Quem nunca tomou Dramin na vida?! Seja para o alívio de um enjôo ou até mesmo para conseguir dormir. Mas você sabe o mecanismo por trás da ação do Dramin e por que dá sono?

O Dramin é um anti-histamínico, ou seja, ele inibe a ação da histamina nos tecidos. Histamina é a substância envolvida nos processos alérgicos. Ela é liberada a partir de estímulos como frio, calor, traumatismos (batidas), patógenos entre outros. Esses estímulos provocam a liberação da histamina e assim ocorrem todos aqueles sintomas típicos de alergia: vasodilatação causando calor, rubor, edema (inchaço), aumento de secreções, coceira, dor, inibição de apetite, enjôo e náuseas, aumento da vigília, irritação, aumento da secreção de ácido clorídrico do estômago etc.





O Dramin é um anti-histamínico de primeira geração, ou seja, foi um dos primeiros criados e uma de suas características é ser lipofílico (tem afinidade por gordura e assim, consegue atravessar membrana) e, por isso, tem a capacidade de atingir o sistema nervoso central (SNC). Sendo assim, age exatamente nas regiões responsáveis pela sensação de enjôo e náuseas, inibindo os receptores dos núcleos vestibulares e também o estado de vigília provocado pela histamina, por isso sentimos sono quando tomamos Dramin.

Para não ter esse efeito "sonífero", foram criados os anti-histamínios de segunda geração (Loratadina, Cetirazina, Ebastina), que não agem no SNC pois não conseguem atravessar a barreira hematoencefálica. Esses têm ação principalmente no estômago, diminuindo secreção gástrica e por isso são considerados anti-ulcerosos. Dentre seus efeitos adversos estão impotência, ginecomastia, febre, confusão mental e cefaléia.
O Dramin também possui efeitos adversos, embora poucas pessoas percebam: ressecamento dos olhos, boca seca e retenção urinária; a sedação pode ser considerada efeito adverso, mas também um efeito terapêutico quando se deseja obtê-la.

Uma curiosidade sobre a histamina: assim como várias outras substâncias, a histamina respeita os horários do ciclo circadiano e seu período de maior liberação é pela manhã; por esse motivo, pessoas que sofrem com rinite alérgica têm crises de espirro pela manhã.

Por isso é importante estar atento sobre o real efeito que se deseja obter quando tomamos um medicamento, pois para uma mesma finalidade (exemplo, inibir ação da histamina) podemos ter várias ações (supressão de enjôo, sono, diminuição secreção gástrica etc).

20 comentários:

Cristina Dias disse...

Excelente texto. Pena que nem todos possuem atenção para o que aqui foi exposto e continuam se drogando.... com anti-histamínico, por exemplo.

Anônimo disse...

Realmente muito bom, serviu muito p mim.

sarah disse...

Pois é, Cristina, pena mesmo que algumas pessoas não possam ser tão conscientes quanto vc e prefiram drogar-se do que ficar totalmente incapacitadas por conta de crises alérgicas.

Acho que antes de julgar, muitas vezes baseados nos nossos próprios casos e sintomas, deveriamos pensar em que realmente sofre com certas doenças.

marianadias disse...

Olá Sarah,

Acho que o importante neste caso é descobrir a real causa da alergia. Toda alergia tem uma causa que é primeiramente desencadeada por nós mesmos, pois um processo alérgico é a introdução no nosso organismo de algo que ele não assimila. O meu ponto de vista é, antes de começar um tratamento farmacológico, procurar essa causa e tentar excluí-la do nosso cotidiano. Quem não tem essa força de vontade, deverá aí sim optar pelas drogas.
Abraço!

Anônimo disse...

Esse texto me deixou agitado .Eu vou tomar um Dramin

Anônimo disse...

Preciso dormir e não consigo,
acho q vou tomar um dramin!!

Anônimo disse...

Acho que vai ser bom para vc, apesar de achar que vc já faz bastante uso disso, Anônimo.

Anônimo disse...

Ah, já sei... Dramin já nao faz mais efeito, vou ter que tomar uma injeção de fenergan na veia para dormir.... ah!! acho melhor tomar um diazepan logo!!!!

Márcia disse...

Mariana Dias, você te razão até um certo ponto. Algumas alergias são culpa nossa mesmo, mas outras não. Por exemplo, como se livrar da poeira? Praticamente impossível...Eu tenho Cinetose e preciso andar de ônibus, tem dias que realmente eu não consigo controlar já que é um desequilíbrio, disfunção das informações que a visão e a audição enviam pro cérebro...e ai? Preciso de um remedio pra diminuir esse sintoma.Nem sempre força de vontade resolve.

Anônimo disse...

nossa,o dramim me faz mto mal alergia nos olhos,mãos e boca tem outros sintomas q preciso ter certeza q é reação do dramim para poder postar. nunca mais eu tomo...

Anônimo disse...

Melhor coisa q já vi!
Quando estou com problemas,e a única coisa q mé deixa mais calma!
Há quem recrimine o uso,mas tem q sentir os problemas na pele p julgar

Anônimo disse...

?????

Juliano Alventino disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Unknown disse...

dramin me deu taquicardia súbita, coracao foi a mais de 170 batimentos, fiquei sem ar, confusa, dormente, nova seca, eu vi a morte na minha frente, por muito pouco eu não morri, não tomem esse medicamento!

mauricio carlos de paula de paula disse...

dramin me deu taquicardia súbita, coracao foi a mais de 170 batimentos, fiquei sem ar, confusa, dormente, nova seca, eu vi a morte na minha frente, por muito pouco eu não morri, não tomem esse medicamento!

Unknown disse...

Eu acho que o dramim é ótimo! É droga sim, faz mal? Sim , porém tbm faz muito bem!
Depende de cada organismo !

Unknown disse...

Concordo! Ninguém merece sofrer com crise de rinite...

Rosangela Saturnino disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Rosangela Saturnino disse...

Isso mesmo Marcia. .. É facil falar... Se fosse assim ninguem tinha alergia!

Rosangela Saturnino disse...

Concordo! Ninguém merece sofrer com crise de rinite...